‘Deixa um legado’, diz família de comerciante morto durante assalto a mercadinho, em Bayeux


Paulo Guimarães, de 30 anos, foi morto com um tiro no rosto, após ter se recusado a entregar a chave do carro a assaltantes. Dono de mercadinho é morto a tiros em Bayeux Reprodução/TV Cabo Branco O comerciante Paulo Guimarães, de 30 anos, foi morto com um tiro no rosto após suspeitos assaltarem o mercadinho da vítima, no início da manhã de domingo (22), no bairro Imaculada, em Bayeux, na Grande João Pessoa. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram A vítima estava chegando no mercadinho onde era proprietário para abastecer o local com pães, quando ele e a esposa foram surpreendidos por pelo menos dois suspeitos que assaltaram o estabelecimento. Ao tentarem fugir usando o veículo de Paulo, que jogou a chave do veículo para que ele não fosse roubado, um dos suspeitos atirou contra o rosto da vítima, que não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com Felipe Silva, primo da vítima, Paulo começou a trabalhar desde muito cedo, com uma oportunidade dada por um padrinho, e estava crescendo com o mercadinho em Bayeux. “Desde muito jovem ele começou a trabalhar com o padrinho, quando pediu uma oportunidade para trabalhar. Sempre gostou de trabalhar e ter o próprio dinheiro dele. Ele conseguiu montar um comércio pra ele, foi crescendo, e sempre ajudou o próximo. Queremos justiça e que a justiça seja feita”, disse o primo da vítima. Mercadinho de comerciante morto a tiros em Bayeux Ewerton Correia/TV Cabo Branco Paulo trabalhava com comércio há alguns anos e era uma pessoa conhecida em Bayeux. Segundo o primo da vítima, Paulo deixa um legado de bondade. “Ele deixa um legado muito importante, apesar de ser um jovem de 30 anos. Ele estava muito feliz, e, com o passar do tempo, o comércio dele foi crescendo. Era carinhoso, brincalhão com todas as pessoas, não era somente um comerciante que estava ali pra ganhar dinheiro, era uma pessoa que estava ali pra fazer o bem”, finalizou Felipe Silva, primo de Paulo Guimarães. O corpo de Paulo Guimarães está sendo velado em uma central de velórios da cidade de Bayeux, onde será velado até o início da tarde desta segunda (23), e, logo em seguida, o corpo será levado para o município de Cuité de Mamanguape, onde o corpo do comerciante será sepultado. Imagens de circuito de segurança capturaram a ação Dono de mercadinho é morto durante assalto ao estabelecimento, em Bayeux, PB Pelo menos dois suspeitos chegaram ao mercadinho na manhã de domingo (22) e anunciaram o assalto. A esposa da vítima estava no caixa sendo abordada pelos criminosos quando Paulo, que estava no carro tirando pães para o estabelecimento, notou uma movimentação anormal no local e resolveu investigar o que estava acontecendo. Paulo é abordado pelos criminosos, que, ao realizar o assalto ao mercadinho, tentam abordar algum veículo para fugir do local. Ao perceber a intenção dos suspeitos, Paulo tenta jogar a chave do veículo para longe, para que os suspeitos não roubassem o seu carro. Mas, ao notarem a ação de Paulo, um dos homens, irritado, atira contra o rosto da vítima e os dois suspeitos fogem a pé. O comerciante, que estava na calçada do estabelecimento, foi atingido por um disparo de arma de fogo na região do rosto e entrou no mercadinho. Com o rosto ensanguentado, Paulo começa a circular dentro do estabelecimento e ainda é socorrido para a UPA de Bayeux, mas devido a gravidade dos ferimentos não resiste e morre. Os dois suspeitos não foram localizados e a Polícia Civil investiga o caso. Suspeitos de assaltar e matar dono de mercadinho em Bayeux, na Grande João Pessoa Divulgação Entenda o caso Paulo Guimarães foi morto com um tiro durante um assalto na manhã do domingo (22), no bairro Imaculada, em Bayeux, na Grande João Pessoa. O crime aconteceu na calçada de um mercadinho que pertencia à vítima. De acordo com a Polícia Civil, Paulo Guimarães estava chegando no mercadinho com a mãe, quando dois homens anunciaram um assalto e exigiram que a vítima entregasse a chave do carro. O homem teria se negado a entregar e jogado a chave dentro do estabelecimento. Em seguida, um dos suspeitos atirou na vítima que morreu ainda no local. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Dino

Deixe um comentário