Homem é preso suspeito de agredir ex-cunhada com pauladas e incendiar casa, na PB


Suspeito é investigado por agredir a ex-cunhada com pauladas, além de bater no rosto da filha dela, e, em seguida, atear fogo na própria residência, na noite de terça (24), em Massaranduba. Central de Polícia Civil, em Campina Grande Reprodução/TV Paraíba Um homem, de 42 anos, foi preso suspeito de agredir a ex-cunhada, a filha dela, e atear fogo na própria residência na noite de terça-feira (24), em Massaranduba, no Agreste da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito havia tido um relacionamento com a irmã da vítima por um tempo e não se conformava com o término da relação, e, por não aceitar o término, trancava a mulher dentro de casa. Sabendo do histórico do casal, a ex-cunhada do suspeito, de 35 anos, começou a intervir na relação, e o suspeito, inconformado, iniciou uma sequência de ameaças contra a ex-cunhada, que já se estendiam por cerca de três meses. Na terça-feira (24), no final da tarde, a ex-cunhada retornava do trabalho e foi ameaçada pelo suspeito. Devido às ameaças do suspeito, a vítima solicitou acompanhamento policial, mas o suspeito fugiu. Segundo a polícia, meia hora depois, o suspeito reapareceu, ameaçou novamente a vítima e sua filha, de 16 anos e grávida de três meses, que estavam em uma motocicleta, e as empurrou do veículo. As duas mulheres caíram no chão e então o suspeito bateu na ex-cunhada com uma paulada na região da cabeça e agrediu a filha da mulher com um tapa no rosto, de acordo com a polícia. Após as agressões, o suspeito fugiu e a ex-cunhada foi levada por um vizinho para o Hospital de Massaranduba. Depois, foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo a unidade hospitalar, a mulher passou por procedimentos de emergência e, após a realização de exames, recebeu alta hospitalar na madrugada desta quarta-feira (25). Após as agressões, o suspeito voltou para a residência onde morava com a irmã da mulher agredida (que estava numa propriedade rural na casa dos pais no momento do crime), e ateou fogo no local. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo atingiu toda a residência, queimando todos os móveis e tendo, inclusive, perda de parte do teto, que caiu devido às consequências causadas pelo fogo. O suspeito fugiu do local após colocar fogo na residência, mas pouco depois foi preso em flagrante, encaminhado inicialmente para o Hospital de Trauma de Campina Grande para receber atendimento médico e depois levado para a Central de Polícia da cidade, onde aguarda pelos procedimentos judiciais. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Dino

Deixe um comentário