Policial suspeito de matar estudante no Sertão da PB tem prisão mantida em audiência e é encaminhado para presídio


Audiência de custódia aconteceu na tarde desta quarta (6). Policial militar do Ceará foi encaminhado para o presídio de Cajazeiras. Estudante é morto a tiros após festa de emancipação política de Uiraúna, no Sertão da Paraíba. Reprodução/Circuito de segurança O policial militar do Ceará suspeito de matar o estudante Ramon Pedro de Sousa, de 25 anos, na cidade de Uiraúna, no Sertão da Paraíba, passou por audiência de custódia na tarde desta quarta-feira (6), teve a prisão mantida e foi encaminhado para o presídio de Cajazeiras. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Presídio de Cajazeiras, no Sertão da PB Reprodução/TV Paraíba O policial militar do Ceará foi preso na tarde de terça-feira (5). De acordo com a Polícia Civil, o policial de 28 anos é paraibano, e teve a prisão preventiva decretada na segunda-feira (4). Na terça, o advogado do policial militar conduziu o suspeito até a Central de Polícia de Cajazeiras. Segundo o delegado Rafael Bianchi, no depoimento inicial, o policial militar relatou que “ele não confessou o crime, se diz inocente e alegou legítima defesa”. A Polícia Civil não divulgou o nome do policial e o g1 não conseguiu contato com a defesa do policial para obter um posicionamento. Ainda segundo o delegado, as mulheres que também aparecem no vídeo e que presenciaram a morte do estudante foram ouvidas na segunda-feira (4) e relataram que não o conheciam. O crime aconteceu no domingo (3). Crime Ramon foi morto a tiros por um PM após festa de emancipação política de Uiraúna, no Sertão da Paraíba. Arquivo pessoal Conforme a Polícia Militar de Cajazeiras, Ramon estava voltando da festa de emancipação da cidade de Uiraúna quando foi atingido pelo militar, que seria lotado na cidade de Orós, no interior do Ceará, mas estava na Paraíba participando do evento. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Polícia Científica de Cajazeiras para realização do exame cadavérico. A polícia segue investigando a motivação do crime. Posicionamento da Polícia Militar Câmera de segurança flagra suspeito atirando contra estudante no Sertão da Paraíba O crime foi registrado por câmeras de segurança de uma rua do Bairro Nossa Senhora de Lourdes. As imagens mostram o estudante sendo empurrado duas vezes antes do agente atirar. Após matar o jovem, o suspeito guarda a arma. A ação foi vista por duas mulheres, que fugiram na companhia do policial. (Veja vídeo acima) A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) informou que determinou instauração de processo disciplinar em desfavor do policial e solicitou afastamento preventivo do agente. "O inquérito policial está sob responsabilidade da Delegacia Regional da Paraíba", informou a CGD. O policial militar foi identificado na segunda e estava foragido até esta terça-feira (5). A Polícia Militar instaurou um procedimento administrativo contra o policial a fim de apurar os fatos. "A Polícia Militar confirma o envolvimento de um agente da Polícia Militar do Ceará (PMCE), que já foi identificado, contra quem foi instaurado um procedimento administrativo a fim de apurar os fatos ocorridos neste domingo, no estado da Paraíba. Ademais, a Corporação ressalta que não compactua com desvios de conduta de quaisquer militares", disse a PMCE. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Dino

Deixe um comentário