Vereador afirma que bate em mulher ao discutir com colega durante sessão de Câmara na PB


Pedro Aureliano da Silva, vereador em Piancó, fez afirmação durante discussão com parlamentar na Câmara do município. Vereador admite que bate em mulher durante briga com colega em sessão de Câmara, na PB Reprodução O vereador Pedro Aureliano da Silva (Cidadania), também conhecido como Pedro de Zé Luzia, de 58 anos, afirmou que bate em mulher, durante uma discussão com o também parlamentar Wallace Militão (PP). O caso aconteceu na quinta-feira (7) durante uma sessão na Câmara Municipal de Piancó, no Sertão da Paraíba, na qual o vereador ainda ameaçou o colega de agressão. “Eu bato [em mulher] e bato em você também. Então, venha para cá”, afirmou Pedro Aureliano. A declaração de Pedro Aureliano aconteceu em meio a uma votação na Câmara. Ele discutia com Antônio Wallace Militão, e Militão disparou: “Tem muito caráter. Todo mundo conhece qual é o seu caráter. Bateu numa mulher”, disse. Após essa fala, Pedro reagiu e declarou bater em mulher e ameaçou agredir o colega. Com os ânimos exaltados, a sessão foi suspensa e foi retomada algum tempo depois, após o clima ficar ameno dentro da Câmara Municipal de Piancó. O g1 entrou em contato com o vereador Pedro Aureliano. O político explicou que o colega Antônio Wallace Militão começou a entrar em sua vida pessoal e de sua irmã, e alega que empregou as palavras de forma errada no momento da discussão. “Sou oposição. Ele entrou na minha vida pessoal e da minha irmã. O que eu quis dizer foi ‘eu não bato [em mulher], mas bato em você’. Errei. A palavra saiu errado”, explicou o vereador. Devido ao ocorrido, a Câmara de Vereadores de Piancó emitiu uma nota informando que não apoia a postura do vereador Pedro e, da mesma forma, coloca o Legislativo à disposição de todas as mulheres na luta pela garantia dos seus direitos. “Esses episódios ensejaram em desdobramentos graves, onde já determinei ao Conselho de Ética a apuração das ocorrências contra as mulheres, bem como, em face de ameaça a outro colega dentro desta casa, em total desacordo com as regras de boa convivência e decoro parlamentar”, diz trecho da nota. O presidente da Casa, Edgar Valdevino (PP), garantiu que a Câmara “não deixará impune situações como estas e estaremos, como sempre estivemos, em defesa das garantias das mulheres e do nosso povo”. Edgar também acionou o Conselho de Ética da Casa para investigar o vereador Pedro Aureliano sobre a declaração de que agride mulheres. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Dino

Deixe um comentário