Homem trans é assassinado a tiros em mercadinho no Ouro Preto, em Maceió


Caio tinha 35 anos e era natural de Caruaru (PE), mas morava em AL e trabalhava como garçom em um bar na Serraria. Caio Siqueira, homem trans assassinado em Maceió, AL Redes sociais Um homem transexual identificado como Caio Siqueira, de 35 anos, foi morto a tiros dentro de um mercadinho no bairro do Ouro Preto, em Maceió, na tarde desta quinta-feira (14). Segundo a Polícia Militar, a vítima era natural de Caruaru, em Pernambuco, mas morava em Alagoas e trabalhava no bairro da Serraria. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Caio é a 16ª pessoa LGBTQIA+ assassinada em Alagoas em 2023, segundo o Grupo Gay de Alagoas. Testemunhas relataram à polícia que Caio estava em um caldo de cana em frente ao mercadinho quando percebeu que dois homens em uma motocicleta vinham em sua direção. Assustado, Caio correu para dentro do mercadinho, mas foi perseguido pelos criminosos e assassinado no estabelecimento. Os criminosos não haviam sido identificados até a última atualização desta matéria. O corpo da vítima foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil investiga o crime. Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL Veja mais notícias da região no g1 AL

Celimar de Meneses

Deixe um comentário