Réveillon 2024 na Paraíba tem fogos, famílias unidas, cachorro turista, estacionamento a R$ 100, e falta de internet


Em João Pessoa, turistas comemoraram o Ano-Novo no Busto de Tamandaré. Em Campina Grande, a festa foi no Açude Velho. Público lotou a praia do Cabo Branco, em João Pessoa, para o Réveillon 2024 Ewerton Correia/TV Cabo Branco O Réveillon 2024 na Paraíba contou com comemoração entre famílias, turistas e animais de estimação, mas também teve perrengue para quem dependeu da internet para fazer pagamentos e encontrar os amigos. Em João Pessoa, a comemoração aconteceu no Busto de Tamandaré, que fica na divisa entre as praias de Cabo Branco e Tambaú. Já em Campina Grande, a festa da chegada do Ano-Novo foi no Largo do Açude Velho. Réveillon 2024 em João Pessoa Clara Rodrigues comemorou o aniversário, dia 31 de dezembro, com a família, no Busto de Tamandaré Ewerton Correia/TV Cabo Branco Em João Pessoa, a festa teve início por volta das 20h, no palco montado na areia da praia. O público se concentrou tanto no largo do Busto de Tamandaré quanto na areia, para esperar os fogos. Clara Rodrigues, moradora do bairro de Mangabeira, comemorou aniversário justamente na véspera do ano-novo, dia 31. “Foi muito especial passar a virada aqui, porque são duas comemorações de uma vez só”, contou. A família da pequena Laís Salomão veio de Goiânia para comemorar um aninho da bebê e o Réveillon 2024 em João Pessoa Ewerton Correia/TV Cabo Branco Quem também comemorou aniversário foi a pequena Laís Salomão, que completou um ano no sábado (30). A família dela veio de Goiânia, em Goiás, para passar o Réveillon em João Pessoa. “É um presente que estamos dando para ela, comemorar um aninho na Paraíba”, contou a mãe dela, Letícia Salomão. Valquíria Macedo trouxe o doguinho turista Chico para comemorar o Ano-Novo em João Pessoa Ewerton Correia/TV Cabo Branco Já a representante comercial Valquiria Macedo saiu de Caruaru, em Pernambuco, e trouxe o cachorrinho de estimação Chico para curtir a festa. “Ele é parte da família, e também tem medo de fogos, então não podia ficar sozinho em casa, trouxemos para ficar conosco, pertinho”, disse. Mas a festa também teve alguns problemas relatados pelos turistas, o principal deles: a falta de sinal de telefone, o que afetou a internet e, consequentemente, o rolê com os amigos e os pagamentos pelo Pix. Michele Teófilo é turista do Rio de Janeiro e adorou João Pessoa, apesar de não conseguir usar a internet na praia Ewerton Correia/TV Cabo Branco “Eu vim do Rio de Janeiro e achei João Pessoa maravilhosa, muito linda. Só que cheguei aqui na praia, a internet não pegou mais. Estamos aqui sem rede, sem nada”, contou a turista Michele Teófilo. Pâmela Arruda (de rosa, no canto direito) e outros três amigos não conseguiram encontrar com o restante da turma pois ficaram sem sinal devido a quantidade de gente na orla de João Pessoa Ewerton Correia/TV Cabo Branco Já a estudante Pâmela Arruda, que chegou no local com três amigos, disse que não conseguiu encontrar os outros amigos, porque estão sem sinal. “Está horrível, tem duas horas que a gente passou tentando falar com eles e não conseguimos. Não funciona internet, nem nada”, relatou. Açaiteria ficou lotada de turistas e pessoenses que acharam um lugar com wi-fi para lanchar e pagar com Pix Ewerton Correia/TV Cabo Branco Para conseguir falar com algumas pessoas e lanchar antes dos fogos, a estudante conseguiu usar o wi-fi de uma açaiteria, que ficou lotada por clientes que estavam em busca de um refresco… e também de internet. “Paramos aqui principalmente porque podemos usar o Pix pra pagar”, completou a jovem. A instabilidade na internet se deu pela multidão de pessoenses e turistas que lotaram a praia para assistir aos shows de Alinne Rosa, Limão Com Mel, Aduílio Mendes e Ranniery Gomes, além da queima de fogos silenciosos. A quantidade de gente na praia também refletiu nos preços dos estacionamentos. “Tinha gente cobrando R$ 100 para estacionar na rua. Tive que rodar muito para achar uma vaga boa sem pagar muito”, relatou a servidora pública Dágila Vasconcelos. Queima de fogos durante o show de Raniery Gomes, durante a virada de ano para 2024, em João Pessoa Ewerton Correia/TV Cabo Branco Réveillon 2024 em Campina Grande Réveillon 2024 em Campina Grande, no Largo do Açude Velho Geraldo Jerônimo/TV Paraíba Já em Campina Grande, a virada do ano foi mais tranquila. O encontro das famílias e amigos, a queima de fogos e os shows de Fabiano Guimarães, Banda Show Baile e Eliane aconteceu no Largo do Açude Velho, no bairro do Catolé. José Davi e Adriane Silva comemoraram o Réveillon 2024 com os filhos, em Campina Grande Geraldo Jerônimo/TV Paraíba Quem estava lá era José Davi Lucas da Silva e a esposa Adriane Silva Sousa. Eles trouxeram os quatro filhos para curtir a festa, incluindo o pequeno Levi, que nasceu em 2023. “Ele foi o nosso grande presente que o ano que passou nos deu. Para 2024, desejamos muita saúde, paz, amor e respeito ao próximo”, contou José. Segundo Adriane, todos os anos a família sempre se reúne no Açude Velho para o Réveillon. “A gente traz todos os filhos para cá. Os mais velhos saem para passear e encontrar os amigos, mas no final a gente sempre se abraça e comemora”, completou. Vando Dias e Maria de Lourdes completaram 43 anos de casados em dezembro e desejam amor, paz e respeito para todos em 2024 Geraldo Jerônimo/TV Paraíba A comemoração em família aconteceu também com Vando Dias e Maria de Lourdes, que completaram agora em dezembro 43 anos de casados. “O que nós temos, que é essa valorização familiar, a gente deseja para todos no ano que chega. O mundo está precisando de paz, de amor, de respeito e de amizade, é isso que a gente quer para 2024”, desejou Vando. Vídeos mais assistidos da Paraíba

Dino

Deixe um comentário