Por que o número de acidentes com motos só aumenta no interior de Pernambuco?


Em Caruaru, vítimas de acidente com moto representam quase 76% de atendimentos no Hospital Regional do Agreste. Especialista dá dicas de direção defensiva para evitar acidentes com motocicletas. O número de acidentes com motos tem crescido sem parar ao longo dos últimos anos no interior de Pernambuco, o que vem ocasionando um aumento na quantidade de atendimentos no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru. Somente em 2023, mais de 3 mil pessoas deram entrada na emergência da unidade de saúde após acidentes com veículos de duas rodas. O número representa quase 76% dos atendimentos realizados no HRA no último ano. A unidade recebe pacientes de todas as regiões do estado. Cresce o número de acidentes com motociclistas no interior do estado. Divulgação / HRA a Do total de 3.852 pessoas acometidas por acidentes de trânsito, 3.095 estavam em motocicletas. O número representa 75,7% das vítimas, o que acende um alerta sobre os cuidados que devem ser tomados ao conduzir veículos de duas rodas. Mais de 80% das vítimas são homens, que, em 54,5% das situações, tinham idade entre 20 e 39 anos. Em 49,5% dos casos, as vítimas sofreram queda e 48,5% dos acidentes ocorreram aos sábados e domingos. Os números são vistos com preocupação pela diretoria do hospital. "Nós vemos com preocupação a discrepância do número entre vítimas de motocicletas e os demais meios de locomoção, isso porque esse tipo de vítima, por estar menos protegida, demanda mais cuidado, mais tempo de recuperação e de afastamento do trabalho", disse a diretora-geral do HRA, Guacyra Pires. HRA realizará mutirão de cirurgias ortopédicas Hospital Regional do Agreste/Reprodução Segundo o Especialista em Trânsito, Rômulo Tadeu, é comum os brasileiros utilizarem as motocicletas como meio de transporte do dia a dia, pois elas possuem um baixo custo, se comparado aos demais veículos. Ele explica também que houve um crescimento de motocicletas durante e após a pandemia, por causa dos serviços de delivery. Outros fatores também podem ter contribuído para o crescimento do número de acidentes. "A realidade de muitas cidades brasileiras, inclusive de Caruaru, é a ausência de habilitação para conduzir esse tipo de transporte. A falta de conhecimento sobre os conceitos básicos de direção defensiva contribuem para esses números", disse. Tendo em vista está realidade, o especialista ainda passou algumas orientações sobre a condução das motocicletas para evitar que acidentes possam acontecer, seja em rodovias federais ou estaduais, ou dentro do perímetro urbano das cidades do interior. (Veja vídeo acima)

Celimar de Meneses

Deixe um comentário