Homem é preso suspeito de invadir casa e matar travesti na PB


Homem foi preso no distrito do Cajá, em Caldas Brandão. Ele é suspeito de matar a tiros a travesti identificada como Dulce Maria, de 47 anos, em Serra Redonda, em outubro de 2023. Travesti é morta com um tiro em ação que durou menos de cinco segundos, na PB Um homem suspeito de matar a tiros a travesti identificada como Dulce Maria, de 47 anos, em Serra Redonda, foi preso nesta sexta-feira (26), no distrito do Cajá, em Caldas Brandão, no Agreste da Paraíba. O crime aconteceu no mês de outubro de 2023 e uma câmera de segurança da rua flagrou a ação do atirador, que durou cerca de cinco segundos. O vídeo mostra quando um veículo de cor prata para na frente da casa, às 18h49. Um homem desce do banco de trás, com uma arma de cano longo, entra na casa, atira e foge. A ação do suspeito dura cinco segundos, e o intervalo entre o momento que o carro para e sai com o suspeito não passa de 10 segundos. O homem que aparece nas imagens é o que foi preso nesta sexta (26). Segundo o delegado Afrânio de Britto, a motivação do crime está sendo investigada e o suspeito está preso na delegacia de Gurinhém, aguardando a audiência de custódia. Um familiar da vítima, que estava na casa na hora do crime, e que não quis se identificar, relatou à TV Paraíba, que Dulce era querida pelos moradores da rua. “Ela era alegre, sorridente, falava com todo mundo, brincava. O povo todinho da rua gostava dela, não fazia mal a ninguém”, disse. Dulce Maria, de 47 anos, foi morta com um tiro, enquanto assistia televisão em casa, em Serra Redonda (PB) Reprodução/TV Paraíba Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Dino

Deixe um comentário