PRF apreende mais de 120 toneladas de milho sem nota fiscal no Agreste


Fiscalizações foram realizadas na BR-423, nos municípios de Garanhuns e Paranatama. PRF retém mais de 120 toneladas de milho sem nota fiscal em Pernambuco. PRF A Polícia Rodoviária Federal (PRF) reteve, na última quinta-feira (1º), mais de 120 toneladas de milho sem nota fiscal, durante fiscalizações na BR-423, nos municípios de Garanhuns e Paranatama, Agreste de Pernambuco. Durante uma fiscalização em Garanhuns, o motorista de um caminhão alegou estar transportando 48 toneladas de grãos de milho de Pinhão, no Sergipe, até o município de Angelim, em Pernambuco, apresentando em seguida a sua documentação. A equipe, após consulta à Secretaria da Fazenda (Sefaz), identificou a reutilização dos documentos fiscais, o que configura irregularidade. Já em Paranatama, um caminhão trator foi abordado pelos policiais. O motorista informou que seguia de Nossa Senhora da Glória até Correntes, com uma carga total de 73 toneladas de milho, e que não tinha nenhum documento que comprovasse a sua origem. Outros dois caminhões que transportavam milho com excesso de peso também foram encaminhados ao pátio. Ao todo, foram registradas 107 toneladas de mercadoria com peso acima do permitido durante a fiscalização. Os veículos foram encaminhados ao pátio para realizar o transbordo da mercadoria excedente. A Sefaz foi acionada para providenciar a regularização fiscal da mercadoria.

Celimar de Meneses

Deixe um comentário