João Pessoa registra 34,9ºC de temperatura e bate recorde histórico de calor, aponta Inmet


Recorde de calor não era batido há quase 55 anos, quando a cidade registrou 34,8ºC em abril de 1969. Fenômeno El Niño inibe a formação de nuvens de chuva. Edilane Araújo/TV Cabo Branco João Pessoa registrou no início deste ano a maior temperatura da história da cidade desde que o monitoramento do clima começou a ser realizado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em 1961. De acordo com o órgão, a temperatura na cidade chegou a 34,9ºC no dia 6 de janeiro. O recorde anterior, ainda de acordo com o Inmet, era de 26 de abril de 1969, quando os termômetros apontaram uma temperatura de 34,8ºC. Isso significa que se tratava de um recorde que estava prestes a completar 55 anos. Por meio de sua assessoria, o Inmet enumerou alguns fatores que provocaram a temperatura recorde na capital paraibana. Por exemplo, a alta incidência de radiação solar e o consequente aumento de energia solar na cidade, típicos desta época do ano no Hemisfério Sul, são agravados pelo fenômeno El Niño, que está em curso e que inibe a formação de nuvens de chuva no Nordeste brasileiro. Isso intensifica a incidência de radiação solar direta e o aumento da temperatura da superfície terrestre. Para além disso, o Instituto destacou que a temperatura média no Oceano Atlântico está mais alta neste início de 2024 do que em outros anos, o que potencializa todos esses fatores. O aumento da temperatura, inclusive, não é uma exclusividade de João Pessoa. Fortaleza e Teresina, por exemplo, chegaram a 34,9ºC em 2 de fevereiro e a 37,4ºC em 5 de fevereiro respectivamente, que em ambos os casos representam as maiores temperaturas dessas cidades para o mês de fevereiro. Vídeos mais assistidos da Paraíba

Dino

Deixe um comentário