Suspeito de matar esposa tirou selfie ao lado do corpo após feminicídio


Vítima chegou a enviar mensagem para amiga pedindo socorro. Caso aconteceu em Itapororoca, na Paraíba. Atenção, imagens fortes! g1 O homem suspeito de matar a esposa em Itapororoca tirou selfie com o corpo já sem vida e enviou para pessoas próximas. A informação foi confirmada pelo delegado Sylvio Rabello. O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (8). A mulher identificada como Daniele Vieira dos Santos foi morta com golpes de faca, na casa onde morava com o suspeito. Homem mata esposa e tira selfie ao lado do corpo Polícia Civil/Divulgação Pedido de socorro por mensagem Segundo informações de uma comadre da vítima à TV Cabo Branco, por volta da 0h48 desta quinta-feira (8), Daniele chegou a enviar mensagens para ela, via aplicativo, dizendo "comadre, me ajuda, ele quer me matar". Vítima enviou mensagem para amiga pedindo socorro Pedro Júnior/TV Cabo Branco A mulher contou que estava dormindo e, por isso, só viu a mensagem por volta das 5h da manhã, quando foi até a casa da vítima, mas ela já estava morta. O suspeito, José Renato Torres, também estava ferido com uma facada. O delegado Sylvio Rabelo explicou que após golpear a mulher, ele teria tentando tirar a própria vida.Ele foi socorrido por viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Geral de Mamanguape (HGM). Como denunciar Denúncias de estupros, tentativas de feminicídios, feminicídios e outros tipos de violência contra a mulher podem ser feitas por meio de três telefones: 197 (Disque Denúncia da Polícia Civil) 180 (Central de Atendimento à Mulher) 190 (Disque Denúncia da Polícia Militar - em casos de emergência) Além disso, na Paraíba o aplicativo SOS Mulher PB está disponível para celulares com sistemas operacionais Android e iOS e tem diversos recursos, como a denúncia via telefone pelo 180, por formulário e e-mail. As informações são enviadas diretamente para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, que fica encarregado de providenciar as investigações. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Dino

Deixe um comentário