Três pessoas são presas suspeitas de integrar quadrilha que assaltava motoristas por aplicativo


Uma quarta pessoa segue foragida e está sendo procurada. Grupo atuava na Grande João Pessoa. Drogas, celulares e dinheiro foram apreendidos com os suspeitos TV Cabo Branco/Reprodução Três pessoas foram presas na noite dessa quarta-feira (20) suspeitas de integrarem uma quadrilha especializada em realizar assaltos contra motoristas por aplicativo de João Pessoa. Uma quarta pessoa segue foragida e está sendo procurada. As investigações aconteciam desde 24 de fevereiro deste ano. Naquele dia, um assalto do tipo chamou a atenção de investigadores da Polícia Civil da Paraíba, que perceberam um padrão com outros crimes do tipo. O motorista era assaltado, levando-lhe dinheiro e pertences pessoais, e o veículo também era levado. A partir dali, portanto, iniciaram-se investigações mais específicas, que levaram os policiais a um "grupo criminoso articulado para roubos de motoristas por aplicativo". O tal grupo, segundo a Polícia Civil, é composto por dois homens e duas mulheres. E cada um deles tinham funções diferentes. Um casal identificado apenas por Júnior e Bia (28 e 31 anos respectivamente) realizava os assaltos. Essas duas pessoas foram presas na casa de parentes, aonde estavam escondidos há cerca de uma semana. Já uma mulher identificada por Samanta, de 31 anos, recebia e guardava os valores dos roubos. Ela estava numa praça do bairro de Valentina, de posse de papelotes de maconha, crack e cocaína, quando foi presa. Os policiais disseram que a presença de drogas com ela complica ainda mais a sua situação. Por fim, um homem cuja identidade não foi revelada pela Polícia Civil seria o responsável pela negociação do veículo roubado. A justiça emitiu um mandado de prisão contra ele, que agora é considerado foragido. Vídeos mais assistidos da Paraíba

Dino

Deixe um comentário