Mãe de bebê ‘arco-íris’ celebra vida dos filhos: ‘minha vida ganhou sentido com a chegada deles’


Bebês arco-íris são crianças que vieram ao mundo depois da mãe ter passado pela perda de outro filho. VÍDEO: mãe de bebê Arco-íris celebra nascimento de novos filhos Se você perguntar para alguma mãe como é ter um filho, ela vai dizer que é especial, que é algo que muda a vida por completo, em todos os sentidos. Mas, para algumas mulheres, o ofício vem carregado com uma dose de vitória e superação. Elas são as mães de bebês arco-íris, crianças que nasceram após uma gestação interrompida ou a morte de um filho logo depois do nascimento. (Veja vídeo) Sonho de ser mãe. Arquivo pessoal Layane Rodrigues é influenciadora digital e mora em Caruaru, Agreste de Pernambuco. Ele é casada há 17 anos e em 2019 veio a surpresa, a primeira gravidez da família. A mãe conta que nas primeiras doze semanas, no primeiro exame morfológico, foi visto que o bebezinho tinha uma série de problemas e que existia uma forte chance da gestação não ir até o fim. "Eu já sai de lá ciente, com poucos dias depois aconteceu o que havia sido dito pelo médico e infelizmente eu perdi o meu primeiro bebê. Foi muito difícil. É um momento muito delicado. Quem já passou sabe o que eu estou querendo dizer", disse. Initial plugin text A influenciadora disse ao g1 Caruaru e região que desde o positivo ela já tinha criado expectativa com a nova vida que a família dela teria com a chegada do bebê. Mas, com a perda, por orientação médica, foi preciso esperar seis meses para pensar em uma nova gestação. A decisão de engravidar novamente, após a uma perda, não é nada fácil. Layane conta que até sair o primeiro exame afirmando que tudo estava bem com a criança, o sentimento foi de muita aflição e angustia, tendo em vista, a primeira experiência gestacional. "Tive forças pra tentar e veio o primeiro positivo, é o bebê arco-íris, o Miguel, e aí a gente fica com um pouco de medo passado a experiência que não foi boa, que não foi positiva. Miguel nasceu em 2020 e foi planejado", conta. Mãe consegue engravidar após perder o primeiro bebê. Arquivo pessoal O sonho do casal em ter mais filhos foi adiante, e seis meses, após o nascimento de Miguel, de forma, inesperada, Layane descobriu que estava grávida de uma menina, Malu. "Hoje, ela tem dois anos, e pra nossa surpresa, em 2023, veio Maya. Ela tem sete meses. Eu sou muito feliz sendo mãe dessas três pessoas incríveis. Eles são a minha vida", disse a influenciadora. Como superar a perda de um filho? VÍDEO: psicóloga fala sobre perda gestacional Superar a morte de um filho, não é nada fácil para uma mãe. Principalmente se for o primeiro bebê. Segundo a psicóloga Vanessa Galindo, quando se fala em um luto gestacional, nós falamos de uma perda, de uma expectativa, de um ideal, de algo que foi desejado, mas que por algum motivo foi interrompido. (Veja vídeo) "É importante também a gente falar que as mulheres que tiveram até algum alguma situação de aborto planejado, elas também vivenciam o luto. Elas também sofrem com isso. A gente costuma dizer que o luto gestacional é um tipo de luto não autorizado, tanto socialmente como para a mulher", disse.

Celimar de Meneses

Deixe um comentário