Filosofino lança clipe da música ‘Sim, Diga Algo’, gravado em João Pessoa


Clipe e letra abordam o cenário da pandemia, com isolamento social e desigualdade de renda. Filosofino lança clipe de 'Sim Diga Algo' Reprodução/Filosofino O músico paraibano Filosofino lançou nesta quinta-feira (1º) o clipe de 'Sim Diga Algo', gravado em João Pessoa. A música é a primeira do EP “Espaço Justo - 2º Ato”, previsto para sair em 2021. As cenas refletem a letra da canção, escrita por Filosofino, e mostram a realidade da pandemia, com isolamento social e desigualdade de renda. “Eu escrevi essa canção no início da pandemia, no ano passado, e ela consiste em reflexões minhas sobre a situação do isolamento social, do desequilíbrio de renda, do genocídio, dessa necropolítica que é visível. A maioria das pessoas tem se calado diante de tudo e por isso queremos que as pessoas sim, digam algo”, explica o cantor e compositor. O roteiro do vídeo é assinado por Daniel Jesi, Filosofino, Marcelo Fontes, Wlad e Zé Igor. Jesi, Filosofino, Fontes, Igor e Mari Santana fizeram a produção do vídeo, que foi editado e finalizado por Wlad. A realização é da Bl1ndm4n e a direção ficou por conta de Zé Igor. O single “Sim, Diga Algo”, que está disponível para ouvir em todas as plataformas de streaming, tem Filosofino na composição e voz, Daniel Jesi nos beats e Mari Santana na flauta e vozes do refrão. A produção da música single foi feita por Daniel Jesi e a mix e master é do produtor paraibano Guirraiz. Tanto o single quanto o clipe saem em parceria com o estúdio de produção criativa BBS (João Pessoa), com a produtora Ferve (PB/RN) e o canal DoSol (RN). O EP “Espaço Justo - 2º Ato” está sendo produzido com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo do Governo Federal, e também do Fundo Municipal de Cultura, através da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Sobre Filosofino Daniel Jesi, Filosofino e Mari Santana Foto: José Igor O Filosofino é um projeto multimídia criado por Caetano dos Santos em 2018 e que recentemente atua em parceria com Mari Santana e Daniel Jesi. O projeto mistura poesia falada, desenhos, tatuagens e música, desenvolvendo canções com narrativas do cotidiano e reflexões pessoais de um jovem artista negro que vive na periferia da capital paraibana. O Filosofino estreou com o EP “Invasão”, que foi produzido por Bravo e lançado em 2018. No ano seguinte, foi lançado o single “Amor de Mar”. Também já foram lançadas parcerias com Amaro Mann (música “Hash Komigo”, do álbum “Mo’Faya Kombo”), com Piloto (single “Captcha”), com Ferve (single “Hey”) e com HxxX (single “De Que Lado Você Está”, do álbum “Vol. II”). No ano passado, o Filosofino ficou em 2º lugar no III Festival de Música da Paraíba, evento em que também conquistou o prêmio de Melhor Intérprete, e em 2021, conquistou o 3º lugar na categoria “Melhor Artista de Hip-Hop” no I Prêmio Toroh de Música Independente da Paraíba, realizado durante o Toroh Festival 2021. Sobre Caetano dos Santos Caetano é um poeta marginal, tatuador independente e artista visual periférico. Nascido e residente em João Pessoa, criado no bairro de Mangabeira, incorporou ao seu estilo de vida uma identidade cultural dos movimentos de rua. Começou a escrever poesia e música na adolescência, mas só veio a desenvolver o alinhamento com o rap, onde encontrou suas raízes da identidade afro. Como ilustrador, atuou de 2012 a 2015 publicando “As Dúvidas de Filosofino”, uma página de tirinhas de humor com questionamentos filosóficos e sociais que satirizavam a realidade social com tom pedagógico. Após deixar a profissão de educador físico de lado e se profissionalizar no ramo da tatuagem, Caetano resolveu ampliar suas produções e encontrou espaço na poesia falada, o slam, e no movimento hip-hop. Foi co-organizador do Slam Parahyba e representou o estado no Slam Flup BNDES, no Rio de Janeiro, em 2018. Foi no mesmo ano que Caetano se lançou como cantor e compositor, sob o alter-ego Filosofino. Além deste projeto, o músico também atua como compositor da banda Orijàh, que tem um disco “ArtesaNow!”, e um clipe lançados em 2020. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba
G1 > Paraíba

G1 > Paraíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.