Família procura adolescente de 16 anos que está desaparecida há mais de 24 horas em João Pessoa


Parentes suspeitam que a adolescente esteja com alguém desconhecido ou com alguém que ela conheceu na Internet. Última visualização dela, em uma rede social, foi registrada às 11h22 desta segunda (5). Família procura por Yanka Mikaelly, de 16 anos, que está desaparecida desde segunda (5), em João Pessoa Karolynne Bezerra/Arquivo Pessoal Uma adolescente de 16 anos está desaparecida desde a manhã desta segunda-feira (5), em João Pessoa. Segundo a família, Yanka Mikaelly estava de castigo e proibida de usar o celular por decisão dos pais. No entanto, ao perceber a ausência da menina e verificar as imagens do circuito interno da câmera da casa do vizinho, no bairro de Paratibe, foi identificado que ela saiu às 9h12 sozinha e sem pertences, apenas com o celular. A última visualização dela, em uma rede social, foi registrada às 11h22, há mais de 24 horas. O G1 entrou em contato com a Polícia Civil para obter informações sobre a investigação do caso. A delegada Flávia Assad informou que, como o Boletim de Ocorrência foi registrado online, na noite desta segunda, há um tempo necessário para que a ocorrência chegue a ser investigada. "Não chegou aqui ainda", afirmou. Assad também orientou a família a ir pessoalmente à Delegacia de Homicídios, para que uma delegada plantonista dê andamento ao caso. Segundo a tia de Yanka, Karolynne Bezerra, várias tentativas de contato foram realizadas, mas sem sucesso. "A gente já procurou todos os amigos, conhecidos, todo mundo que tava na nossa mente, já em todos os lugares (...). Meu irmão já foi na Polícia, no Conselho Tutelar e até agora nada dela. Nenhuma notícia. Nenhum pensamento de onde ela possa estar", disse. Boletim de Ocorrência registrado pelo pai de Yanka, desaparecida há mais de 24 horas Karolynne Bezerra/Arquivo Pessoal Karolynne também afirmou que ela estava sem dinheiro e sem comida. "Com certeza alguém está com ela. Quem a gente não sabe, infelizmente", lamentou. De acordo com Cógenes Lira, também da família, a adolescente não tinha namorado e sequer cogitava a possibilidade, não só pela idade, mas por estar inserida em um contexto cristão. "Não tinha relação, inclusive frequentava igreja, estava fazendo estudos bíblicos", afirmou. Yanka, que mora com o pai e a madrasta, é a mais velha de irmãos e primos e ajudava em casa a cuidar dos menores. "Eles são uma família mega unida. Extremamente mesmo. Todos se ajudam, se acolhem, festejam juntos", disse Cógenes. A família também suspeita que a adolescente esteja com alguém desconhecido ou com alguém que ela conheceu na Internet. "Vendo essa realidade atual que estamos, eles desconfiam também desse segundo ponto, acho", ressaltou o parente. Como ajudar Caso alguém saiba onde a adolescente está ou tenha alguma informação a respeito, a família disponibilizou o contato (83) 98727-0811, da tia Karolynne, além dos números (83) 98617-8433 e (83) 98835-4320, da madrasta e da avó, respectivamente. Também é possível informar à Polícia por meio do telefone 3264-9169. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba
G1 > Paraíba

G1 > Paraíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.