Ser Educacional desiste de adquirir faculdades da Ânima

SÃO PAULO – A Ser Educacional (SEER3) informou nesta terça-feira (6) que desistiu de adquirir três ativos localizados na região Nordeste do país e que haviam sido vendidos pela Ânima Educação (ANIM3) em dezembro, por R$ 180 milhões. São eles Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), Centro Universitário dos Guararapes (UNIFG) e CEDEPE Business School.

Os ativos faziam parte do acordo firmado entre as companhias na transação de aquisição da Laureate Brasil.

De acordo com comunicado enviado ao mercado, o distrato “foi celebrado de forma amigável e por mútuo acordo, com outorga de quitação geral de parte a parte”.

“A Ser Educacional seguirá com sua estratégia focada em construir seu ecossistema de ensino superior, combinando iniciativas de crescimento orgânico com aquisições e continuará constantemente avaliando oportunidades de operações estratégicas visando a geração de valor a seus acionistas e stakeholders em geral”, escreveu a companhia, no documento.

Com o distrato, a Ânima permanece detentora de 100% dos ativos brasileiros do Grupo Laureate, instituições essas que, segundo a companhia, são referência em seus mercados de atuação e se destacam pela qualidade de ensino, infraestrutura e pelo completo portfólio de cursos, além de estarem em localização privilegiada.

Leia também:
Ser Educacional anuncia aquisição para fortalecer curso de veterinária; analistas veem compra como positiva, ainda que “pequena”

Em relatório divulgado nesta terça, a XP destaca que, para a Ânima, o anúncio é neutro, dado que esses ativos são referência em seus mercados e que são complementares do ponto de vista de exposição geográfica. Por outro lado, a venda dos ativos ajudaria a empresa a se desalavancar mais rapidamente, aponta a casa.

Quanto à Ser Educacional, os analistas da XP veem o comunicado como um movimento positivo e em linha com a estratégia da companhia e com seu foco principal, de aumentar a exposição ao ensino à distância em detrimento do ensino presencial.

A XP manteve recomendação de compra para a Ânima, com preço-alvo de R$ 15 por ação. Já para a Ser Educacional, a XP tem posição neutra, com preço-alvo estimado de R$ 17 por papel.

Quer trabalhar como assessor de investimentos? Entre no setor que paga as melhores remunerações de 2021. Inscreva-se no curso gratuito “Carreira no Mercado Financeiro”.

The post Ser Educacional desiste de adquirir faculdades da Ânima appeared first on InfoMoney.

Equipe InfoMoney

Equipe InfoMoney

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.