Blog do Elielson

Como esta coluna antecipou, a confirmação de Teresa Leitão no Senado da Frente Popular levou o deputado federal André de Paula desembarcar do Governo e ser anunciado na chapa da pré-candidata a governadora Marília Arraes (SD), na próxima segunda-feira.

Outra articulação feita por Marília foi atrair o deputado Sebastião Oliveira ofertando a ele a vaga de vice. Aliados de Sebá já confirmam que ele aceitou o convite e vai lançar seu irmão Valdemar Oliveira em seu lugar como candidato a federal. A estratégia de Marília é criar um fato por semana. Por isso, Sebastião só deve ser anunciado na outra semana. Ele esteve recentemente no Palácio numa articulação para que permaneça na Frente Popular.

Diante desse quadro, Marília amplia  sua força na sucessão estadual, pois sai do isolamento do seu partido. Com o PSD e Avante, ela amplia o tempo de propaganda eleitoral e ainda pode receber a adesão do PP de Eduardo da Fonte.

AGENDA COM SIMBOLISMO – A agenda do Plano Retomada comandada pelo governador Paulo Câmara trouxe um simbolismo nesta edição. Ele visitou cidades que André de Paula era votado como federal como Tracunhaém, Itaquitinga, Buenos Aires e Aliança.

REFORÇANDO APOIO – Em seu discurso, o prefeito de Buenos Aires Fabinho Queiroz reforçou seu voto em André de Paula para o Senado e Danilo Cabral ao Governo. Ele fez o discurso mais enérgico da agenda.

FIRME NA DISPUTA – Quem conversa ou participa de algum ato de pré-campanha de Raquel Lyra (PSDB) fica convencido que ela estará firme na disputa até o final ao contrário do que andam pregando que ela abdicaria para se unir a Miguel Coelho.

AGENDA 40 – O pré-candidato a governador Danilo Cabral comanda a primeira agenda 40 na Mata Norte. A região historicamente teve uma inclinação a votar em candidatos de esquerda desde Arraes. O ato está marcado para as 11h, em Nazaré da Mata.

PINGA-FOGO: Quando Eduardo da Fonte anuncia a saída do Governo?

Coluna da Folha’PE |Edmar Lyra

Foto: Marcus Mendes

João Campos ajudará a consolidar campanha de Danilo Cabral 

Filho de Eduardo Campos e também herdeiro político de Miguel Arraes, o prefeito do Recife, João Campos, mostrou como foi possível derrotar Marília Arraes na disputa pelo comando da capital pernambucana. Apesar de ter sido um embate duro e eivado de desconfianças do eleitor recifense em relação ao jovem político, João Campos acabou eleito com mais de 55% dos votos válidos no segundo turno.

Passados quase um ano e meio de sua gestão, a desconfiança de parte do eleitorado se dissipou e João Campos vem imprimindo uma marca de trabalho e de entregas no município, tanto que detém expressiva aprovação, sobretudo no contingente que não votou na sua candidatura. Além de ser a capital, Recife representa o maior colégio eleitoral do estado e maior influência na RMR onde está situado mais de 40% do eleitorado.

A oficialização de João Campos como coordenador de Danilo Cabral é um importante ativo para a postulação socialista, que somada às entregas do Plano de Retomada capitaneado pelo governador Paulo Câmara, levando ações do estado para as mais diversas regiões, ajudará a consolidar a competitividade de Danilo Cabral, que conta também com o maior número de partidos, de prefeitos e de deputados estaduais e federais.

Ajudando a eleger Danilo Cabral e o PSB imprimir nova derrota a Marília Arraes, João Campos pavimentará o seu projeto de reeleição, uma vez que uma nova vitória da Frente Popular lhe dará a retaguarda necessária para continuar a fazer entregas e aumentar de forma significativa sua chance de reeleição em 2024. Não só a boa aprovação de João Campos ajudará Danilo, o exército de vereadores e lideranças comunitárias poderá impulsionar Danilo Cabral a chegar em breve aos dois dígitos e ter cadeira cativa no segundo turno para a sucessão do governador Paulo Câmara em outubro.

Determinado – O ex-prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, pré-candidato do União Brasil, tem intensificado as andanças para consolidar sua postulação. Miguel obteve quase 90% de aprovação na sua gestão e foi reeleito com quase 80% dos votos válidos, atributos suficientes para, na sua avaliação, convencer o eleitorado que o desconhece a votar na sua postulação e levá-lo ao segundo turno.

Ativo – Já a ex-prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, nome do PSDB para a disputa, conta com a expressiva votação e aprovação que obteve na sua cidade, referência para o agreste, onde está situado o segundo maior colégio eleitoral do estado com quase 27% do eleitorado pernambucano. Raquel está decidida a disputar o Palácio do Campo das Princesas sem possibilidade de marcha à ré.

Daniel Coelho – Caso não haja unidade entre Raquel Lyra e Miguel Coelho, o deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) seria uma excelente opção para disputar o Senado na chapa encabeçada por Raquel, uma vez que ele já demonstrou ter boa capacidade de convencimento no guia eleitoral e reforçaria o palanque de Raquel na RMR onde ela ainda precisa se tornar conhecida. Por enquanto, Daniel está buscando a reeleição para a Câmara Federal.

Inocente quer saber – João Campos consolidará o crescimento de Danilo Cabral após assumir sua coordenação?

O post ~~~|| Giro pelos Blog’s no Sabadão 14/05/2022 || ~~ apareceu primeiro em Blog do Marcello Patriota.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.