As ocorrências mais comuns no período junino são as queimaduras, decorrentes de acidentes com fogueiras ou fogos de artifício. Fogos de artifício Divulgação A Defesa Civil de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, reforçou os cuidados com o uso de fogos de artifício durante a véspera e o Dia de São João, comemorado em 23 e 24 de junho, respectivamente. As ocorrências mais comuns no período junino são as queimaduras, decorrentes de acidentes com fogueiras ou fogos de artifício. A orientação é de que seja observada a classificação indicativa do grau de pólvora dos fogos, que variam de A até D, sendo a categoria A, aquela que oferece o menor grau de risco, e a D o maior, e são indicada nas embalagens. Outro cuidado importante é quanto a classificação dos fogos por faixa etária. Ela varia de classe A, para crianças; B, para juvenis; e C e D, para adultos. A orientação consta na embalagem do produto. O Decreto-Lei Federal nº 4.238, alterado pela Lei nº 6.429, destaca a proibição de se soltar fogos de artifício nas proximidades de hospitais, escolas e casas. Em caso de emergência, deve-se ligar para o Corpo de Bombeiros, acionado pelo 193, ou para a Defesa Civil no 199 ou 98384-2411. Vídeos de Caruaru e Região

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.