A Fast Shop foi alvo de uma tentativa de ataque hacker, responsável por provocar instabilidades em seu site. O problema teria ocorrido na quarta-feira (22) e ainda mantém repercussões nesta quinta (23).

De forma preventiva, a varejistae tirou momentaneamente o site e o aplicativo do ar.

Por meio do Twitter, a empresa respondeu as queixas dos clientes sobre a indisponibilidade do serviço online de compras. “Olá! Lamento pelo transtorno. Nosso site está passando por uma manutenção e, em breve, será normalizado. Caso precise de auxílio estou à disposição via DM!”.

Por volta das 23h30, também desta quarta, a varejista voltou ao Twitter para informar que fecharia as lojas físicas e adiaria compras e entregas de produtos comprados de forma online. Já na madrugada desta quinta, por volta da 0h30, outra mensagem postada no Twitter da empresa informava:

“Olá administrador da Fast Shop. Nas últimas 72 horas, [a infraestrutura de tecnologia da] Fast Shop e o sistema de nuvem [da empresa] sofreram um ataque de extorsão”.

O conteúdo desta mensagem indica que a conta da empresa na rede social também foi momentaneamente invadida. A reportagem do InfoMoney aguarda uma resposta oficial do Twitter sobre esta suspeita.

Os cibercriminosos informaram, em outra postagem, quais sistemas teriam tido acesso. “Os dados [que temos acesso] incluem informações de usuários e corporativas. Estamos felizes em negociar com você para evitar o vazamento desses dados e para ajudar a resolver os problemas”.

O grupo informou, ainda, um contato via Telegram. Veja:

Impactos

A companhia anunciou, após a tentativa de invasão, o fechamento de todas as lojas físicas até dia 26 de junho (domingo). Os pedidos online estão suspensos e devem ser retomados a partir do dia 27 de junho, próxima segunda-feira.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, a varejista informou que todas as lojas continuam abertas e operando regularmente em todo país. “Salientamos que toda a base de informações da empresa está sob rígidos processos de segurança e não houve evidências de danos aos dados de nossos clientes”.

O InfoMoney contatou, por telefone, 7 lojas físicas da empresas — cinco delas estavam abertas, segundo funcionários.

Em uma das unidades, localizada em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo), um colaborador que preferiu não se identificar disse que as unidades da capital paulista e da região metropolitana funcionavam normalmente nesta quinta.

O funcionário explicou à reportagem que apenas o site da empresa continuava fora do ar e que os clientes que fizeram compras pelo sistema online da empresa terão que aguardar mais para a entrega dos produtos.

Em outras quatro unidades contatadas pela reportagem, a recomendação dada era de que os clientes  precisavam entrar em contato com o SAC da empresa por meio do telefone: 3003-3278. Em outros dois contatos, a ligação já direcionava ao SAC da empresa, sem acesso aos funcionários.

As tentativas de contato com as equipes de venda e com o WhatsApp da empresa também não prosperaram até esta publicação.

O que diz a Fast Shop

Em nota encaminhada ao jornal O Estado de S. Paulo, a Fast Shop informou que identificou uma tentativa de acesso não autorizado em seus sistemas.

“Como forma de prevenção, a empresa acionou os protocolos de segurança, e por este motivo, o site e o app ficaram temporariamente indisponíveis, porém já se encontram restabelecidos e funcionando normalmente”, disse.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

The post Fast Shop sofre tentativa de ataque hacker e tira site e app do ar appeared first on InfoMoney.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.