Dois homens, também suspeitos do crime, foram presos em Arcoverde, no Sertão. Major Gláucio Rezende foi morto a tiros em Buíque Divulgação O terceiro suspeito de participar do assassinato do major Gláucio Rezende foi morto durante uma troca de tiros com a polícia na quarta-feira (22), em Buíque, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, os policiais deram voz de prisão ao homem, que atirou contra a equipe em seguida. Na troca de tiros, o suspeito foi atingido por disparos de arma de fogo. Ele chegou a ser encaminhado para uma unidade de saúde do município, mas não resistiu aos ferimentos. Dois suspeitos presos O segundo suspeito de matar a tiros o major Gláucio Rezende em Buíque se entregou à polícia na terça-feira (21), em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. Um homem, apontado com um dos assassinos, havia sido preso na segunda (20) na zona rural do mesmo município. O suspeito que foi preso na terça é um jovem de 18 anos. Ainda há um terceiro homem envolvido no crime, que segue foragido. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil. Entenda o caso Um policial militar foi morto a tiros durante uma perseguição em Buíque. Segundo a Polícia Civil, o major Gláucio Rezende, que era natural de Custódia, teria abordado dois homens que tinham roubado uma moto. Em seguida, houve uma troca de tiros e o policial foi atingido. Vídeos de Caruaru e Região

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.