Desde 1989, quem liderava pesquisa a um mês da eleição nunca perdeu

Histórico da corrida presidencial a um mês do primeiro turno — Foto: Reprodução/GloboNews

Nenhuma descrição de foto disponível.Acima um mês antes da eleição 1º turno, ao lado (fundo vermelho) véspera da eleição, votos válidos.

Levantamentos do Datafolha a um mês do 1º turno anteciparam todos os vencedores desde 1989. Para especialista , histórico representa um desafio para o presidente Jair Bolsonaro.

As eleições presidenciais no Brasil desde 1989 apontam que a disputa nunca foi perdida por quem liderava a pesquisa Datafolha a um mês da votação. Nesta sexta-feira (23), faltam 9 dias para o 1º turno da eleição de 2022, marcado para 2 de outubro.  Os levantamentos do Datafolha a um mês do 1º turno de eleições anteriores anteciparam as vitórias de Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro, entre 1989 e 2018. Entre essas eleições, o único caso em que não houve uma liderança isolada a um mês da votação foi em 2014. Na ocasião, Dilma venceria a disputa um mês depois, mas estava empatada com Marina Silva na pesquisa.  “Caso haja uma virada de Bolsonaro, seria inédito”, destacou Paulino. “Nunca aconteceu, pelo menos no período de redemocratização desde que há disputa de 2º turno. Nunca aconteceu também o que eu disse, esse grau de decisão tão alto”

O post Desde 1989, quem liderava pesquisa a um mês da eleição nunca perdeu apareceu primeiro em Blog do Marcello Patriota.

Marcelo Patriota

Marcelo Patriota

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.