Bitcoin cai abaixo de US$ 16 mil e renova mínima de dois anos por receio de falência da corretora Genesis

bitcoin

O Bitcoin (BTC) abre esta terça-feira (22) novamente em queda, a US$ 15.697, após renovar sua mínima de dois anos, agora de US$ 15.480, na esteira de sessão negativa em Wall Street e de temores em torno da possível falência da corretora Genesis Global Trading, focada em clientes institucionais, que entrou em crise após contágio do caso FTX.

A Genesis e sua controladora, o Digital Currency Group (DCG), estão há uma semana tentando levantar US$ 1 bilhão de investidores para cobrir o prejuízo registrado pela derrocada da FTX. Segundo informações da Bloomberg, a tentativa de captação ainda não deu resultado, e as empresas reduziram o target para US$ 500 milhões. Segundo o Wall Street Journal, a Genesis procurou a Binance, mas recebeu resposta negativa.

Especula-se que a Genesis precise receber o capital multimilionário ainda nesta semana para não quebrar. Publicamente, no entanto, a empresa nega que o pedido de falência esteja na mesa. “Não temos planos de entrar com pedido de falência iminentemente”, disse um representante da Genesis à Bloomberg. “Nosso objetivo é resolver a situação atual de forma consensual, sem a necessidade de qualquer declaração de falência. A Genesis continua a ter conversas construtivas com os credores”.

Nauman Sheikh, chefe de gestão de tesouraria da Wave Financial, reafirma que as notícias em torno da captação do DCG para a Genesis seja o grande catalisador de preços da semana. “Um resultado favorável levaria a um aperto no mercado e um resultado desfavorável tem o potencial de causar sérios danos”, disse.

O temor em torno de uma possível falência da Genesis é o impacto no DCG, uma das maiores empresas de cripto do mundo, com braços em diversos segmentos. O grupo é também dono, por exemplo, da Grayscale, a maior gestora de ativos digitais do mundo.

Para Mike Dershewitz, chefe do comitê de risco da Arca Funds, o DCG pode ser obrigado a sangrar a Grayscale para salvar o negócio como um todo.

“O DCG pode vender uma parte do patrimônio da Grayscale. Assumindo US$ 300 milhões em receita líquida anual, esse fluxo de caixa deve valer pelo menos US$ 2,5 bilhões, dependendo de como um aspirante a investidor/comprador valoriza a longevidade desse fluxo de caixa”.

O momento de incerteza segue afetando o mercado cripto como um todo, com o Ethereum (ETH) recuando 3,6%, a US$ 1.083, no pior resultado nas últimas 24 horas entre as 10 criptos com maior valor de mercado.

Já no ranking mais amplo das 100 maiores, os piores desempenhos são de Radix (XRD), que cede 12,8%, e Chiliz (CHZ), com perdas de 10% após rali que levou à valorização de 50% uma semana antes do início da Copa do Mundo no Qatar – a criptomoeda é da mesma empresa que cria os fan tokens das seleções da Argentina e Portugal.

Na ponta positiva, os destaques são Huobi Token (HT), BinaryX (BNX) e Chainlink (LINK), que avançam 7,3%, 2,7% e 2,3%, respectivamente.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 15.697,81-2,80%
Ethereum (ETH)US$ 1.083,25-3,60%
Binance Coin (BNB)US$ 252,81-2,20%
XRP (XRP)US$ 0,358268+1,40%
Cardano (ADA)US$ 0,300760-2,00%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Huobi (HT)US$ 4,71+7,30%
BinaryX (BNX)US$ 160,00+2,70%
Chainlink (LINK)US$ 5,88+2,40%
Litecoin (LTC)US$ 61,74+2,00%
Bitcoin Cash (CASH)US$ 104,89+1,70%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Radix (XRD)US$ 0,03586612-12,80%
Chiliz (CHZ)US$ 0,174026-10,10%
Arweave (AR)US$ 8,66-10,10%
Algorand (ALGO)US$ 0,228657-8,80%
Uniswap (UNI)US$ 4,98-6,80%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 15,20-5,11%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 20,45-2,52%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 18,20-5,69%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 16,26-9,41%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 11,40-8,80%
Hasdex Crypto Metaverse (META11)R$ 33,50+4,45%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 5,35-5,30%
QR Ether (QETH11)R$ 4,31-5,48%
QR DeFi (QDFI11)R$ 3,05-3,17%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 4,75-5,00%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 17,30-11,59%
Investo BLOKCI (BLOK11)R$ 77,420,00%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta terça-feira (22):

Ações da Coinbase despencam para mínima histórica

As ações da exchange de criptomoedas norte-americana Coinbase (C2OI34) atingiram seu preço mais baixo na sessão de segunda-feira (21) na Nasdaq desde que a empresa abriu seu capital em abril de 2021.

O papel desabou 10% no dia, levando as perdas de novembro para 39%, em meio ao recuo em massa de investidores do setor de ativos digitais, em parte devido à falência da FTX.

As ações da Coinbase foram negociadas a pouco mais de US$ 400 no ano passado, no dia em que a empresa abriu seu capital na Nasdaq, que acabou sendo seu ponto mais alto.

Ripio desembarca nos EUA

A plataforma de criptomoedas Ripio, com sede na Argentina e presente no Brasil, anunciou sua expansão para o mercado norte-americano após aprovação do órgão regulatório do estado da
Flórida (Florida Office of Financial Regulation).

Inicialmente, a empresa oferecerá a plataforma Ripio Select, voltado para empresas e investidores institucionais. Atualmente, a solução conta com mais de 600 clientes na América Latina. A Ripio como um todo tem 4,5 milhões de usuários.

Em meio a uma crise de confiança do mercado, a empresa destaca que foi obrigada a passar por uma série de auditorias para conseguir a licença nos EUA. Desde 2018, afirma a Ripio, a companhia passou por checagens conduzidas por E&Y, KPMG e PwC

“Escolhemos a Flórida por ser um hub cripto muito interessante, onde acreditamos que produtos como a Ripio Select têm um grande potencial”, afirma Sebastián Serrano, cofundador e CEO da Ripio.

JP Morgan registra marca de carteira cripto nos EUA

O banco de investimentos JP Morgan registrou no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA a “JP Morgan Wallet”, marca de uma carteira de criptomoedas.

Segundo o documento de registro, obtido pelo site Blockworks, o produto irá oferecer transferência e negociação de ativos digitais, além de recarga de cartões usando criptoativos.

O registro de marca, vale lembrar, não indica, necessariamente, que o JP Morgan está mesmo desenvolvendo uma carteira cripto.

Conheça as estratégias usadas pelos maiores investidores do mundo. Cadastre-se e aumente seus ganhos na Bolsa de Valores.

The post Bitcoin cai abaixo de US$ 16 mil e renova mínima de dois anos por receio de falência da corretora Genesis appeared first on InfoMoney.

paulobarros

paulobarros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.