PF faz operação contra lavagem de dinheiro e tráfico em presídio de Campina Grande


Segunda fase da 'Operação Patrinus' foi deflagrada nesta quarta-feira (18), no presídio do Serrotão. Polício Federal cumpre três mandados de busca e apreensão no presídio Raimundo Asfora (Serrotão) em CG. Divulgação/PF A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (18) uma operação contra investigados por lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de drogas, no presídio do Serrotão, em Campina Grande. Segundo a PF, os alvos da operação já estavam detidos. Ao todo, três mandados de busca e apreensão foram cumpridos. A ação foi a segunda fase da "Operação Patrinus". Vários aparelhos celulares foram apreendidos. A operação teve início em dezembro de 2022 e foram cumpridos 24 mandados de busca e apreensão expedidos pelo juízo da vara de entorpecentes de Campina Grande na época. O objetivo é apurar o tráfico de drogas por apadrinhados de facção criminosa no município. O dinheiro apurado era utilizado para sustentar a organização e para proveito próprio dos envolvidos. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba
G1 > Paraíba

G1 > Paraíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.