Caruaru paralisa vacinação de crianças contra Covid-19 por falta de imunizante


Município comunicou que imunizante está em falta desde o mês de dezembro. Falta de imunizante paralisa vacinação pediátrica em Caruaru Divulgação/Prefeitura de Caruaru A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, informou nesta sexta-feira (20) que foi necessário suspender temporariamente a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. A Secretaria de Saúde do município alegou dificuldade na distribuição regular dos imunizantes destinados a esta faixa etária. O imunizante utilizado no grupo é a Pfizer Pediátrica, sendo possível iniciar um esquema de vacinação com SinoVac, usada na vacinação das crianças de 3 e 4 anos, que também está em falta no município desde dezembro. De acordo com o município, a campanha de vacinação contra a Covid -19 segue o Plano Nacional de Operacionalização (PNO) e depende da distribuição realizada pelo Ministério da Saúde (MS) feita para os estados e municípios. Com isso, o município continua com a vacinação para crianças de 6 a 11 meses, sem comorbidade, e de 6 meses a menores de três anos, com comorbidades. As doses disponíveis de Pfizer Baby estão sendo utilizadas para conclusão de esquema vacinal. Além desse público, estão sendo vacinados ainda as pessoas com 12 anos ou mais. Vacinação em Caruaru Até o momento, Caruaru tem a cobertura vacinal pediátrica de 53,9% das crianças com a primeira dose e 32,8% com a segunda dose. Já nos adultos, a cobertura vacinal é de 104,5% com a primeira dose, 101,9% com a segunda dose, 69% com o primeiro reforço, 43,2% com o segundo reforço e 15,8% para o terceiro reforço. A quarta dose está disponível no município para adultos com 40 ou mais, trabalhadores da Saúde e pessoas imunossuprimidas. Já a D5 é destinada apenas para as pessoas com 80 anos ou mais.
G1 > Caruaru e Região

G1 > Caruaru e Região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.