Bitcoin supera os US$ 22 mil, mas analistas fazem alerta para correção; Axie Infinity salta 40%

criptoativos

O Bitcoin (BTC) voltou a ter grandes oscilações no fim de semana, chegando a superar a marca de US$ 23 mil no sábado, o que não ocorria desde agosto do ano passado. Porém, no domingo, a maior criptomoeda do mundo perdeu um pouco de força, mas ainda acima dos US$ 22 mil.

Com isso, o BTC encerrou a última semana com valorização de mais de 8%, atingindo ganhos acumulados de 37% em 2023 até o momento, com os investidores ignorando a notícia recente do pedido de recuperação judicial pedido pela corretora Genesis nos Estados Unidos.

Joe DiPasquale, CEO da gestora de fundos cripto BitBull Capital, disse que a alta de preço foi típica dos primeiros trimestres e observou “um longo período de consolidação que viu quem opera short se acumulando”. “O mercado subiu, parcialmente alimentado por um short squeeze“, disse ele, acrescentando cautelosamente que “o Bitcoin e várias altcoins estão superaquecidos e devem passar por uma correção”. “Na próxima semana, os participantes do mercado devem estar atentos aos riscos negativos e potencialmente buscar lucros”.

O Ethereum (ETH) seguiu um movimento semelhante e nesta manhã registra leve alta no acumulado de 24 horas, cotado acima de US$ 1.600. A segunda maior criptomoeda em valor de mercado teve alta de cerca de 4,5% na semana passada e 35% desde 31 de dezembro.

A maioria das outras criptos principais também subiram, embora o AXS, token da plataforma Axie Infinity, e a [ativo=YGG], a cripto nativa da guilda de jogos play-to-earn Yield Guild Games, tenham subido mais de 40% e 18%, respectivamente.

O aumento do fim de semana das criptos seguiu uma sexta-feira positiva para os índices de ações, com o Nasdaq e o S&P 500 avançando mais de 1,5% cada. Os mercados de ativos tradicionais foram puxados pelo otimismo com as crescentes evidências de que a inflação está diminuindo no EUA sem lançar a economia em uma recessão acentuada e estão esperançosos de que o Federal Rserve reduza seu próximo aumento da taxa de juros para 25 pontos-base (bps) em relação ao aumento mais recente.

Enquanto isso, o Signature Bank não lidará com transações criptográficas superiores a US$ 100.000, de acordo com um relatório da Bloomberg que citou uma declaração da Binance. Em uma declaração à agência de notícias, a exchange disse que o Signature, que tem procurado reduzir sua exposição aos mercados de cripto, “não apoiará mais nenhum cliente de exchange cripto com compras e valores superiores a US$ 100.000 a partir de 1º de fevereiro”.

A Binance disse que esse seria “o caso de todos os clientes de cripto do Signature” e observou que alguns usuários podem “não ser capazes de usar transferências bancárias tradicionais para comprar ou vender criptomoedas de ou para dólar” em valores menores.

Nas últimas semanas, o Signature, que se classificou entre os bancos mais amigáveis com cripto, e outras empresas de serviços financeiros reduziram sua exposição à cripto, parte das consequências crescentes da implosão da exchange FTX. Em dezembro, o CEO do Signature disse que o banco reduziria seus depósitos atrelados a criptomoedas entre US$ 8 bilhões e US$ 10 bilhões.

Apesar de sua perspectiva cautelosa para a semana, DiPasquale da BitBull foi mais otimista sobre o “apetite do mercado por risco” com criptomoeda. “Este é um sinal positivo para uma eventual recuperação, mas acreditamos que pode levar mais tempo e pode se concretizar até o final do ano”, escreveu.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 22.771-0,39%
Ethereum (ETH)US$ 1.634+0,50%
Binance Coin (BNB)US$ 304+0,93%
XRP (XRP)US$ 0,4209+4,20%
Cardano (ADA)US$ 0,3774-0,83%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Axie Infinity (AXS)US$ 12,95+41,57%
Stepn (GMT)US$ 0,6412+24,28%
Osmosis (OSMO)US$ 0,9939+11,09%
Flow (FLOW)US$ 1,21+10,75%
Fantom (FTM)US$ 0,3793+10,49%

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
OKB (OKB)US$ 35,84-4,23%
Kava (KAVA)US$ 1,01-4,12%
Aptos (APT)US$ 13,47-3,77%
Frax Share (FXS)
US$ 10,08
-3,61%
Optimism (OP)US$ 2,24-2,17%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 20,30+6,84%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 26,70+4,74%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 24,98+5,98%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 19,59+4,09%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 14,48-1,09%
Hasdex Crypto Metaverse (META11)R$ 35,01+0,02%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 6,95+6,26%
QR Ether (QETH11)R$ 5,92+5,52%
QR DeFi (QDFI11)R$ 3,61+7,76%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 5,80+8,19%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 19,00+15,22%
Investo BLOKCI (BLOK11)R$ 72,42-4,49%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta segunda-feira (23):

Órgão regulador sul-africano exige avisos de risco em anúncios cripto

Os anúncios envolvendo cripto na África do Sul devem alertar os potenciais compradores de que seu capital pode estar em risco, de acordo com as novas diretrizes divulgadas nesta segunda-feira pelo Conselho Regulador de Publicidade (ARB) do país, uma iniciativa autorreguladora do setor de anúncios e relações públicas.

O Conselho também está tentando endurecer as regras para influenciadores de redes sociais que promovem cripto.

“Este é um exemplo maravilhoso de uma indústria que vê o dano que poderia ser causado em seu nome e se posiciona para autorregular as questões sem ser forçada a fazê-lo pelo governo”, disse Gail Schimmel, diretora executiva da ARB.

Os anúncios criptográficos “devem declarar expressa e claramente que investir em ativos criptográficos pode resultar na perda de capital, pois o valor é variável e pode subir ou descer”, disse a orientação atualizada do ARB.

Rede Cardano se recupera rapidamente após breve interrupção

A rede Cardano (ADA) passou por uma breve confusão no fim de semana após uma paralisação que foi corrigida automaticamente em minutos, sem nenhuma causa raiz singular determinada até o momento.

Vários desenvolvedores relataram o erro no GitHub, mas disseram que todos os nós foram reiniciados automaticamente. Os nós produtores de blocos foram afetados temporariamente. Os nós são partes interessadas da rede que mantêm e processam transações em qualquer blockchain e são muito essenciais para a manutenção de qualquer rede.

EUA reivindicam US$ 700 milhões em ativos vinculados a Bankman-Fried, da FTX

O governo dos EUA quer assumir o controle de quase US$ 700 milhões em ativos apreendidos no início deste mês do ex-CEO da FTX Sam Bankman-Fried, de acordo com documentos judiciais divulgados na sexta-feira.

Incluídos na propriedade estão mais de 55 milhões de ações da Robinhood no valor de cerca de US$ 525 milhões. Compradas com dinheiro emprestado da Alameda, essas ações estavam no centro de uma briga entre Bankman-Fried, FTX Group e BlockFi. As autoridades também estão se movimentando para reivindicar US$ 171 milhões em dinheiro de uma série de contas bancárias vinculadas à rede de empresas do Bankman-Fried.

O governo apreendeu esses ativos e mais itens no início de janeiro e agora está buscando seu confisco, de acordo com uma conta de detalhes arquivada na sexta-feira no processo criminal do executivo.

“Acreditamos que esses ativos não são propriedade da massa falida” ou estão sujeitos a isenções, o que significa que não precisam ser congelados como a maioria dos ativos da FTX, pendente de liquidação, um advogado do governo disse anteriormente ao juiz neste caso.

The post Bitcoin supera os US$ 22 mil, mas analistas fazem alerta para correção; Axie Infinity salta 40% appeared first on InfoMoney.

Rodrigo Umpieres

Rodrigo Umpieres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.